Login Register

Nufarm e Enactus Brasil anunciam times finalistas do Prêmio Nufarm de Consciência e Ética no Agronegócio 2017; conheça

Em Maio de 2017 a Enactus Brasil e a Nufarm iniciaram as inscrições para a 5ª edição do Prêmio Nufarm e Consciência e Ética no Agronegócio. Estávamos em busca de ideias empreendedoras com ênfase na geração de negócios que proporcionem o desenvolvimento da produção agrícola e assistência a produtores locais no estado do Ceará e com finalidade de incentivar a consciência e ética na utilização correta e com segurança de agroquímicos no agronegócio brasileiro.

É muito importante ter times em nossa rede que acreditam e valorizam o potencial desta parceria. Obrigado à todos os times cearenses inscritos e que seguem empoderando vidas. Com grande orgulho que anunciamos os times finalistas que poderão concorrer ao Prêmio Nufarm de Consciência e Ética no Agronegócio 2017:

  • IFCE IGUATU

Projeto Mudas

O time trabalha com um sistema de irrigação de micro aspersão, para o qual foi desenvolvido um emissor alternativo denominado  – PIROTEC – que tem um custo em torno de R$ 0,07 centavos. Desenvolvemos também, o IRRIGAS, que possui um custo de R$ 8,00 a R$ 10,00 reais. Essas duas tecnologias inovadoras auxiliam na irrigação e no controle do uso eficiente da água, otimizando os recursos disponíveis nas comunidades trabalhadas. Para evitar desperdícios e otimizar o uso da água disponível utilizamos em 10 famílias o sistema de reuso de águas cinzas, sendo utilizado na produção de 150 mudas de acerola e goiaba instaladas nas comunidades beneficiadas com o projeto.
Porém, um dos maiores problemas encontrados na nossa região é o desperdício da água pelo processo da evaporação, onde, tendo em vista tal problemática, nosso time criou um novo sistema,  o GOTEC, feito com a mesma matéria-prima do PIROTEC (palito de pirulito, prego e arame), esse sistema de gotejo é utilizado no cultivo de frutíferas e essa nova tecnologia foi adaptada a um custo de R$ 0,065 centavos, e vem auxiliando no combate à seca na nossa região, gerando empoderamento econômico para as 25 famílias de agricultores familiares e 5 escolas, que são beneficiadas pelo projeto, impactando diretamente 1784 PESSOAS.
Além disso, as criações de peixes e de aves estão presentes no nosso projeto. Para a criação de aves o time desenvolveu um modelo de chocadeira artesanal, representando um custo financeiro em escala de 04 vezes menor quando comparado às convencionais. Já para criação de peixes estamos usando a tecnologia de barreiros que são pequenos reservatórios, onde a criação de peixe é muito eficaz. O Projeto Mudas globaliza em torno de suas atividades todas as raças, etnias, culturas, gêneros e diferenças, nesse contexto estamos mudando realidades em nossa região

 

  • IFCE Maracanaú

Projeto SusAgri

O projeto SusAgri tem como principal missão implantar a agricultura sustentável com os agricultores da Associação Terra Nova, que em sua maioria, possui baixa escolaridade e renda, e sobrevive da agricultura familiar. A área de plantio em um terreno cedido pelo Estado, na comunidade do Alto da Mangueira, Maracanaú-CE.

Na temática ambiental, com o desenvolvimento do projeto, os agricultores começaram a aproveitar seus resíduos orgânicos domiciliares e folhas secas para a produção de fertilizantes por meio de composteiras; reutilizaram 3000 garrafas PET para a construção dos canteiros no terreno mais 182 garrafas nos canteiros das casas; foi minimizado o consumo de água para a irrigação com a implantação da bomba rosário acoplada ao sistema de gotejamento, bem como a captação da água da chuva por meio de calhas construídas com garrafas PET.

O projeto possibilitou empoderamento social e econômico das famílias através da otimização dos sistemas de cultivo, aumento da produção, valorização de seus trabalhos e incremento de renda.

Atualmente o projeto se encontra em sua segunda etapa, com expansão dos sistemas de cultivo em menor escala nas próprias residências dos agricultores. Com essa iniciativa, espera-se aumentar o número de famílias beneficiadas e realizar capacitações para que após a saída do time, a comunidade continue obtendo ganhos financeiros, ambientais e sociais com as ações  

 

  • Leão Sampaio

Projeto AgroVidas

Atualmente no Brasil 27% de todas as mulheres com idades entre 15 e 49 anos já foram vítimas de violência doméstica e 17% das nordestinas foram agredidas fisicamente pelo menos uma vez na vida. Neste cenário de vulnerabilidade, o time Enactus atua realizando a fomentação de um terreno fértil, lugar onde é possível o empoderamento, processo esse que aconteceu na comunidade Baixio das Palmeiras onde em parceria com a Nufarm realizou-se a implantação de um galinheiro agroecológico que caracteriza-se pela construção de um galinheiro central no terreno, para a criação de galinhas e, consequente, recolhimento dos ovos produzidos, sendo que, ao redor do mesmo encontra-se a produção de hortaliças, com o uso do adubo que será produzido pelas galinhas dentro do galinheiro.

Todo o projeto constará de um processo de irrigação artesanal realizado de forma a não gerar impactos ambientais para a comunidade em questão. Os insumos produzidos serão vendidos pelas adjacências da comunidade. A presente proposta torna-se relevante socialmente devido ao fato de incentivar a comunidade a realizar medidas cíclicas de sustentabilidade, além de proporcionar renda a estas mulheres e conhecimento sobre os direitos femininos, integrando estas em um grupo social de empoderamento proporcionando a melhora na qualidade de vida.

Para a expansão do projeto está sendo repassado conhecimentos técnicos sobre o reaproveitamento de materiais existentes ao entorno da comunidade e como a utilização do coco de babaçu, que estavam sendo descartado sem nenhuma utilização, para a produção de óleo de coco babaçu que será produzido e vendido pelas beneficiadas.

 

  • UFCA CRATO

Hidrolife

O projeto Hidrolife consiste na criação de sistemas hidropônicos para o cultivo de forragem animal para alimentação de caprinos, e hortaliças para alimentação e comercialização, visando os fatores sociais econômicos e sustentável de comunidades carentes das cidades de Crato e Barbalha, estado do Ceará. O intuito de criar um espaço que vai muito além de cultivar alimentos saudáveis e de baixo custo, busca também um espaço de valorização do espírito empreendedor e cooperativo.

Foram desenvolvidas palestras, capacitações e oficinas onde os participantes tiveram a oportunidade de acompanhar da semente a colheita, e o melhor de tudo, usando materiais reciclados e de baixo custo para a elaboração dos sistemas hidropônicos, além de racionalizar nosso bem mais precioso, a água. Como resultados esperamos uma melhor qualidade de vida dos participantes assim como geração de renda para as famílias.  

 

  • UFCA

Projeto Bio+

O projeto Bio+ tem como finalidade a criação de um ciclo sustentável de produção em comunidades rurais que se encontram em alto nível de vulnerabilidade social. A proposta alia conceitos de permacultura (uma metodologia desenvolvida por Bill Mollison e David Holmgreen fundamentada no “design permacultural”, que se trata de aproveitar o que o meio nos oferece através de tecnologias simples) com tecnologias de reaproveitamento de águas residuárias, com métodos de agricultura orgânica e práticas de gestão social para gerar melhoria de qualidade de vida para os beneficiados.

O projeto é dividido em 3 (três) etapas principais mas, com adaptações de acordo com as necessidades e potencialidades de cada comunidade.  A primeira etapa é voltada a implementação de tecnologias voltadas para o reaproveitamento de águas: o biodigestor rural (estrutura construída em alvenaria dividida em caixa de carga, câmara principal e caixa de descarga. Converte esterco animal e água através de fermentação aeróbica em adubo orgânico, biofertilizante e gás de cozinha), o círculo de bananeiras (buraco no chão com entulhos e outros materiais cercado por bananeiras, reutilizando as águas provenientes da pia, do chuveiro e de tanques ou máquinas de lavar) e um sistema de captação de águas da chuva construída com materiais reaproveitados. A segunda etapa é a implementação da horta comunitária utilizando a composteira para produção de húmus de minhoca e o irrigas, sensor de umidade desenvolvido pela EMBRAPA. A terceira etapa, que ainda será executada, é voltada a gestão e formalização dos negócios com conceitos de gestão social.

 

  • UVA SOBRAL

Projeto SerTão Sustentável

O Projeto tem como pressuposto a necessidade de ponderar sobre nossas atitudes e responsabilidades com o futuro do nosso planeta e indaga: Que filhos deixaremos para esse planeta?”, “Quais os valores e atitudes desejamos multiplicar?”. Assim, o Projeto SerTão Sustentável anseia investir na promoção de ações delineadas nas boas práticas de produção de alimentos e consumo consciente. Para isso, deseja-se fomentar na comunidade, o desenvolvimento de ações pautadas no fortalecimento da agricultura familiar, principalmente em face da ampliação e aquisição dos gêneros alimentícios, suscitando ainda a minimização da perda e desperdício alimentar por meio da educação e da conscientização da população em relação ao aproveitamento das partes não convencionais dos alimentos, transformando hábitos e atitudes.

O projeto ​SerTão Sustentável ​investe em ações de empreendedorismo local, produção e consumo consciente de alimentos e cuidados com o meio ambiente, junto aos moradores da comunidade do distrito de Jaibaras no município de Sobral-CE, promovendo o empoderamento ​ ​comunitário ​ ​e ​ ​o​ ​desenvolvimento ​ ​sustentável.  

Os finalistas apresentarão seus resultados no Prêmio Nufarm de Consciência e Ética no Agronegócio 2017 que acontecerá no dia 15 de dezembro em Fortaleza, Ceará. Parabéns aos finalistas e agradecemos a todos pelos projetos inscritos.

blog comments powered by Disqus