Login Register

Nufarm e Enactus Brasil anunciam Times finalistas do Prêmio Nufarm de Consciência e Ética no Agronegócio 2018; confira

A parceira, em seu sexto ano, é mais uma oportunidade na qual os Times Enactus cearenses podem captar recursos para investir em seus projetos que proporcionem o desenvolvimento da produção agrícola e assistência a produtores locais, no estado do Ceará

Em Janeiro de 2018 a Enactus Brasil e a Nufarm iniciaram as inscrições para a 6ª edição do Prêmio Nufarm e Consciência e Ética no Agronegócio. Buscando ideias e ações empreendedoras, com ênfase na geração de negócios, que proporcionem o desenvolvimento da produção agrícola e assistência a produtores locais no estado do Ceará, incentivando a consciência e ética na utilização correta e com segurança de agroquímicos no agronegócio brasileiro.

A colaboração entre Nufarm e Enactus Brasil cria fortes conexões que trazem sustentabilidade, inovação e empoderamento para o cenário do agronegócio cearense, nos provando que é possível construir um amanhã melhor.

É muito importante ter Times Enactus que acreditam e valorizam o potencial desta parceria. Obrigado a todos os Times cearenses inscritos, agentes transformadores que fazem a diferença na vida de tantas pessoas, empoderando e dando protagonismo para suas comunidades. Parabéns pelo incrível trabalho nos projetos de empreendedorismo social.

Com grande orgulho que anunciamos os times finalistas que poderão concorrer ao Prêmio Nufarm de Consciência e Ética no Agronegócio 2018:

  • FACULDADE VALE DO SALGADO

Projeto Botão Verde

O projeto Botão Verde exprime o desejo de elevar a economia da comunidade de agricultores do conjunto Gama, participantes da Associação Comunitária, através do cultivo de hortaliças de forma sustentável e orgânica. O objetivo do projeto é investir no cultivo de hortaliças herbáceas e condimentares para uma horta doméstica do tipo convencional, e uma horta comunitária do tipo mandala. Com isso, os produtores serão possibilitados a alcançar uma renda extra para suas famílias e para a comunidade. O projeto visa a melhoria na qualidade de vida da comunidade e com isso, oferecer empoderamento financeiro às dez famílias que serão acompanhadas pelo time. Espera-se, oferecer conhecimento técnico para os demais agricultores da associação, de forma que os mesmos montem a sua própria horta e consigam também, uma renda extra.

  • IFCE Maracanaú

Projeto Hortus

O projeto Hortus tem como finalidade promover a sustentabilidade e a educação ambiental na região metropolitana de Fortaleza. É desenvolvido na Escola municipal de ensino fundamental Professora Maria Guiomar B.Cavalcante localizada em Pacatuba – CE, em parceria com o IFCE Maracanaú. Objetiva conscientizar a comunidade escolar acerca de aspectos ambientais, sociais e econômicos, bem como capacitações empreendedoras. Além disso, promover a saúde, por meio de ações de educação ambiental e alimentar, assim como realização de atividades físicas. O projeto almeja atingir o tripé da sustentabilidade, além do caráter educativo. Adicionalmente, o Hortus proporciona oficinas para inserção dos pais, como forma de favorecer a geração de renda complementar para as famílias dos estudantes. Entre estas, destacam-se: produção de bolsas recicláveis produzidas com caixas tetrapak e produção de hortaliças em casa.

  • UFC

Projeto Maní

O projeto Maní é desenvolvido na Comunidade Curimatã em Pacajus-CE, tendo como objetivo, otimizar o processo produtivo em casas de farinha, por meio da implantação de um maquinário, que não utiliza energia elétrica, e que auxilie na etapa de descascamento da mandioca. Além disso, o projeto tem como finalidade o reaproveitamento do resíduo gerado na etapa de prensagem da manipueira. Esse resíduo pode provocar tanto a poluição de solos quanto da água, mas com o manejo correto, o resíduo pode ser transformado em fertilizante e defensivo natural, além de originar subprodutos como vinagre e sabão. O projeto proporciona capacitações sobre boas práticas na agricultura, práticas de alimentação saudável e sobre finanças e negócios. Dessa forma, o Projeto objetiva-se diminuir os impactos ambientais e melhorando a qualidade de vida dos beneficiados.

  •  UFCA

Projeto Bio+

O projeto Bio+ é pautado na produção e na comercialização de alimentos orgânicos em comunidades em situação de vulnerabilidade social com a utilização de tecnologias para garantia da sustentabilidade dos processos. Atualmente o projeto conta com um portfólio variado de métodos, no entanto, as duas principais são: o Biodigestor Rural, tecnologia que inspira o nome do projeto, que se trata de um equipamento que permite a reutilização do esterco animal para a produção de biofertilizante e biogás (substituto ao gás de cozinha); e o filtro de areia, equipamento que permite o reaproveitamento das águas cinzas para irrigação das hortaliças. O projeto atua em 3 comunidades: Sítio Boa Esperança (Barbalha/CE), Bairro São José (Juazeiro do Norte/CE) e Sítio Santa Rosa (Crato/CE)

  • UFCA CRATO

Hidrolife

O projeto Hidrolife, consiste na criação de sistemas hidropônicos para o cultivo de forragem animal, servindo como material suplementar a alimentação de caprinos, aves e ovinos, atuando também na produção de hortaliças hidropônicas e agroecológicas, ambos, objetivando a economia de água, reciclagem e reutilização de materiais, além de usar das potencialidades das comunidades com vulnerabilidade socioeconômicas, incrementando a renda de agricultores e pecuaristas da região do Cariri Cearense, para oferecer um produto limpo e saudável, garantindo assim uma maior estabilidade da sustentabilidade de cada comunidade trabalhada.

  • UVA SOBRAL

Projeto SerTão Sustentável

O projeto SerTão Sustentável tem por objetivo, cooperar no desenvolvimento de todas as faixas etárias da comunidade, promovendo ações delineadas nas boas práticas de produção de alimentos, uso correto e seguro de defensivos agrícolas, manejo correto do solo, consumo alimentar consciente, empreendedorismo social, empoderamento comunitário, inclusão social, desenvolvimento econômico, desenvolvimento tecnológico, preservação ambiental e atividades de lazer, suscitando assim, agentes locais de mudança que serão multiplicadores sociais do desenvolvimento sustentável. O Time proporcionou 12 capacitações, além de após verificar que o lixo da comunidade se acumulava nas ruas ou era destinado a pontos de queimada de resíduos, implantou-se um sistema econômico de acondicionamento de lixo, chamado de “Cercadinho” que é composto por madeira e tela, comportando mais de 1600 kg de lixo. O time criou também a “Bodega Sustentável”, uma barraca itinerante que comercializa produtos confeccionados a partir dos alimentos que antes seriam desperdiçados. Estes artigos agora são vendidos em feiras de agroecologia, formando uma rede de clientes em Sobral e região. O time desenvolveu também uma tecnologia com embasamento vindo da EMBRAPA que dispensa o uso de eletricidade na irrigação. O “IrrigaSol”, como foi chamado, possibilita que a água seja transportada até as plantas usando como força motriz apenas a luz solar. Vale ressaltar também o mais novo empreendimento, a cooperativa “Polpas União”, almejando a união das associações através da criação de uma mini fábrica de polpas. Com essas ações, o time enactus UVA Sobral vem impactando positivamente a vida de várias famílias que agora podem transformar seus sonhos em realidade.

Os finalistas apresentarão seus resultados no Prêmio Nufarm de Consciência e Ética no Agronegócio 2018 que acontecerá em Dezembro, cidade de Fortaleza, Ceará. Parabéns aos finalistas e agradecemos a todos pelos projetos inscritos.

Relembre o Prêmio Nufarm de Consciência e Ética no Agronegócio 2017 no vídeo abaixo:

 

 

blog comments powered by Disqus