Login Register

Nufarm e Enactus Brasil anunciam Times semifinalistas do Prêmio Nufarm 2019; confira

No início de março de 2019 foram abertas as inscrições para o Prêmio Nufarm de Consciência e Ética no Agronegócio 2019. Neste sétimo ano da parceria, a Nufarm continua a investir e incentivar projetos alinhados com a sua estratégia de atuação. De forma inédita, além de apoiar projetos dos Times Enactus do estado do Ceará, a Nufarm estará também patrocinando projetos de outras regiões do país. A seleção teve o foco em equipes que desenvolvem ou estão se propondo a desenvolver projetos que visam a implementação do empreendedorismo, seja em inovações aplicadas na agricultura familiar ou na cadeia de produção agrícola como em modelos de negócio que gerem renda e empoderem comunidades, além de promover a educação, conscientização e ética no manejo correto e seguro de defensivos agrícolas no agronegócio brasileiro.

Os projetos inscritos foram avaliados com base nos critérios de: alinhamento e coerência, planejamento e gestão, impacto e relevância, escalabilidade e transformação e sustentabilidade e inovação.  Cada time selecionado receberá uma bolsa investimento de R$ 2.000,00 para auxiliar a execução dos projetos.

Com o intuito de preparar os Times para o desenvolvimento dos projetos, as equipes selecionadas participarão do Team Training Conference Nufarm 2019 que acontecerá nos dias 25 e 26 de Abril de 2019 em Fortaleza. No evento, terão a oportunidade de conhecer e participar do workshop da ADEL (Agência de Desenvolvimento Econômico Local), organização que acredita no empreendedorismo e no protagonismo social de jovens e agricultores de comunidades rurais.

Esse ano, 23 projetos Enactus foram inscritos, divididos em 8 estados e 17 cidades diferentes. A Nufarm e a Enactus Brasil selecionaram 6 Times Enactus do estado do Ceará e 2 Times Enactus de outras regiões do Brasil. Com muito orgulho, apresentamos os 8 semifinalistas:

  • FZEA-USP

Projeto 4 Estações

O projeto visa aplicar inovações tecnológicas perante a agricultura familiar da cidade de Pirassununga no interior de São Paulo. Busca-se trazer uma nova maneira de evitar o desperdício, seja de alimentos ou outros recursos como a água, podendo também agregar valores à produtos, uma vez que podem gerar renda para quem faz uso das inovações. Estima-se que 30 pequenos produtores rurais da região serão impactados diretamente pelas ações do Time.

  • IFCE CRATO

Projeto Hortfix

O projeto Hortfix busca capacitar as comunidades do Sítio Mata dos Araçás e Sítio Barro Vermelho a produzirem hortaliças e peixes da espécie tilápia do nilo (Oreochromis niloticus) através de um sistema de aquaponia. A criação de peixes associada ao cultivo de hortaliças, chamada de aquaponia, pode economizar até 90% de água em relação à agricultura convencional e ainda eliminar completamente a liberação de efluentes no meio ambiente, pois trata-se de um sistema fechado, diferentemente das criações convencionais. Tendo uma produção  sustentável de hortaliças e peixes.

O Hortfix busca dar como opção aos agricultores uma garantia de segurança alimentar das famílias que vivem da agricultura familiar e gerar emprego e renda aos moradores das comunidades, já que a produção também pode ser vendida em feiras da região.

  • IFCE IGUATU

Projeto Mudas

O projeto atua na potencialização da produção de hortaliças para agricultores e escolas da região de Iguatu. Para isso, o Time desenvolveu um sistema de irrigação feito com palito de pirulito, prego e arame, o PIROTEC, e um sensor de umidade feito com vela porosa, o Irrigas. Com essa iniciativa, em parceria com prefeituras da região centro-sul do estado, planeja-se que nove cidades serão beneficiadas pelo projeto. Espera-se beneficiar, em cada cidade, 3 famílias e 1 escola, mudando a vida de mais de 6 mil pessoas diretamente beneficiadas pelo projeto.

Outra tecnologia desenvolvida pelo time são as chocadeiras artesanais, que serão utilizadas para alimentação de nossos beneficiados e comercialização, aumentando consideravelmente a renda dos beneficiados.

  • IFCE MARACANAÚ

Projeto Mandacaru

O projeto Mandacaru é um modelo de negócio social, com foco em beneficiar os produtores agrícolas, que atualmente utilizam bombas elétricas para captar água de poços e realizam o processo de irrigação manualmente. Dessa forma, a aplicação do sistema consiste em três tecnologias acopladas para um mesmo processo, sendo elas: bomba hidráulica, biofiltros para tratamento da água e irrigador automatizado, promovendo o uso eficiente dos recursos hídricos com a aplicação do sistema.

​O projeto será realizado inicialmente em dois bairros do município de Maracanaú, Olho D’água e Alto da Mangueira. São áreas urbanas, mas com muitos traços de zona rural, o que é facilmente observado pela pouca quantidade de comércios e escolas, e pela grande valorização da agricultura familiar.

  • LEÃO SAMPAIO

Projeto Tecnoroça

O projeto visa desenvolver a comunidade agrária localizada no Sítio Pintado, no interior da cidade de Missão Velha, Estado do Ceará, por meio de práticas voltadas à agricultura com intuito de potencializar a produção de frutas, leguminosas e hortaliças, garantindo aumento de vendas e redução dos custos produtivos dos seus produtos.

O Time também tem o objetivo de reutilizar águas cinzas através de uma tecnologia solar de purificação da água que será instalada a fim de atender uma demanda urgente na região: a escassez e desperdício de água. Assim, minimizará os gastos relacionados à água, bem como os impactos causados pelo descarte destas águas cinza no local, tendo em vista que não há saneamento básico na região. Um dos pilares do projeto inclui a promoção de ações socioeducativas nas escolas e comunidade sobre o uso de agroquímicos.

  • UFCA

Projeto Bio+

O projeto Bio+ busca desenvolver e empoderar socioeconomicamente comunidades rurais em situação de vulnerabilidade social através da metodologia do Ciclo Vitae. O Ciclo Vitae é uma metodologia que garante a produção de hortaliças orgânicas mesmo em períodos de estiagens integrando três tecnologias: o Biodigestor Rural (estrutura que permite a destinação correta do esterco animal, gerando biogás e biofertilizante), o Jardim Filtrante (equipamento que permite a reutilização da água de pias e de chuveiros para irrigação) e o Minhocário Doméstico (reutilização de restos da alimentação para a produção de húmus de minhoca).

O programa atualmente atende com frequência um total de quatros comunidades que se localizam em municípios distintos na região do Cariri: Comunidade Sítio Boa Esperança, Comunidade Sítio Espinhaço, Comunidade Sítio Umbuzeiro, Comunidade Sítio Mari.

  • UFPA

Projeto Amana Katu

O Amana Katu é um negócio social que busca universalizar o acesso à água na Amazônia, por meio de tecnologias de captação de água da chuva sustentáveis e de baixo custo. Apesar de sistemas de irrigação eficientes existirem, frequentemente são caros e inacessíveis pelo agricultor familiar. É nesse panorama que surge o Agro Katu, linha de produtos do Amana Katu voltada à agricultura. Essa tecnologia conta com um sensor, que permite acionar a água da rede (pública ou privada) de fornecimento somente depois de ter esvaziado o reservatório com a água da chuva, podendo reduzir a quantidade de água necessária à irrigação em até 95%.
O produto visa impactar jovens em situação de vulnerabilidade socioeconômica a partir da produção e venda dos sistemas, gerando renda, e agricultores na economia de água e tempo ao utilizarem o sistema para irrigar suas plantações.

  • UVA SOBRAL

Projeto SerTão Sustentável

O projeto visa impactar de forma direta todas as 60 famílias da comunidade Serrote do Piaba, levando melhorias na qualidade de vida e na venda dos produtos através de tecnologias sustentáveis. O Núcleo de Tecnologias Sociais (NTS) criado internamente no Time, desenvolveu dois sistemas com o objetivo de reaproveitar e reduzir o consumo de água das residências: Avati, um filtro para tornar as águas cinzas propícias para seu reuso; e CoTy, sistema de gotejamento utilizando hastes flexíveis de custo inferior aos convencionais.

O Time está desenvolvimento também um sistema de aquaponia para fortalecer ainda mais a produção de alimentos. Para o escoamento de alimentos, o Time realiza uma feira que reúne agricultores e artesãos da região, a Bodega Sustentável, proporcionando aumento de renda, valorização da agricultura familiar e desenvolvimento econômico.

 

Para contribuir com todos os projetos inscritos, a Enactus Brasil irá enviar feedbacks para os Times Enactus, de forma a auxiliá-los com insights para futuras submissões. Parabéns e obrigado a todos projetos inscritos, o trabalho de vocês é o que faz nosso mundo um lugar melhor a cada dia.

#EuCultivoUmAmanhaMelhor #PremioNufarm2019

blog comments powered by Disqus