Login Register

Saiba mais sobre o Time Enactus UFCA

Jean Soares, estudante do curso de Administração da Universidade Federal do Cariri, relata um pouco sobre empreendedorismo social “diferente do empreendedorismo comum, em que na maioria das vezes as pessoas trabalham para mudar alguma situação particular, no empreendedorismo social, consigo perceber que as pessoas, buscam inovar para criar produtos ou serviços cujo foco não é só o lucro, mas sim colaborar e contribuir com o meio ambiente como um todo, buscando sempre o desenvolvimento sustentável da população”.

Para Jean, fazer parte de um time Enactus é inexplicável. Ele comenta que talvez só quem realmente participa, se envolve e trabalha de fato, é que sabe o quanto é gratificante contribuir para a construção de um mundo melhor. É incrível saber que assim como eu, existe milhares de jovens no País e no mundo fazendo parte de uma mesma organização, com objetivos em comum. Sem dúvidas é uma “rede do bem”, e muito me orgulha em dizer: Sim, eu faço parte de um time Enactus.

Orgulha-nos saber que o time Enactus UFCA foi pioneiro no Estado do Ceará. Já são cerca de 8 anos de muito trabalho e dedicação na região, que assim como os demais times teve seus altos e baixos. Desde que implantada, o time ajudou diversos outros times em seu processo de criação e desenvolvimento, vários foram também os reconhecimentos e premiações que o time adquiriu ao longo dos anos. Muitos alunos passaram pela Enactus UFCA, e no último ano, cresceram de 4 membros para 16, e a pretensão é alocar mais alunos no grupo, visto que, a demanda pela participação no time vem crescendo cada vez mais.

Como planejado, dois projetos foram concluídos no ano de 2016, e mais dois já estão em execução: O projeto Balaio Verde na comunidade Sítio Santana, em que estão utilizando a potencialidade local para aperfeiçoar técnicas com plantações por meio de uma agricultura sustentável.  E o projeto Mulheres de Fibra, que teve sua primeira parte concluída com sucesso no Instituto de apoio a criança com câncer, onde capacitaram as mães das crianças para criarem peças artesanais por meio da fibra adquirida da bananeira. Além desses projetos, o time também já se articula para desenvolver um novo projeto, até então bem diferente dos últimos aplicados. Essa nova ideia ainda está em planejamento, mas as perspectivas são as melhores.

O time cada vez mais vem ganhando reconhecimento na universidade e na rede Enactus Brasil, exemplo, com o prêmio “We All Win”, concedido em 2016 pela Enactus Brasil ao time que mais colaborou ao longo do ciclo, esse prêmio motivou o time ainda mais. É se preocupando com o futuro da humanidade, que o time, por meio de seus projetos vem mudando conceitos e preservando cada vez mais o local onde vivem, atuando como estudantes responsáveis, e vivendo o presente com os olhos no futuro.

Os alunos integrantes do programa Enactus conseguem sair da zona de conforto de suas salas de aulas, e é possível ver em campo como é a realidade de sua região, aplicando os conhecimentos adquiridos ao longo de sua formação, e tendo a oportunidade de mudar vidas. Jean afirma que ser Enactus é estar disposto a encarar desafios sem esperar que os outros o façam. É se dedicar ao máximo as suas ações, ciente que os resultados delas podem influenciar a vida de inúmeras pessoas.

Jean Soares, estudante do curso de Administração da Universidade Federal do Cariri, relata um pouco sobre empreendedorismo social “diferente do empreendedorismo comum, em que na maioria das vezes as pessoas trabalham para mudar alguma situação particular, no empreendedorismo social, consigo perceber que as pessoas, buscam inovar para criar produtos ou serviços cujo foco não é só o lucro, mas sim colaborar e contribuir com o meio ambiente como um todo, buscando sempre o desenvolvimento sustentável da população”.

Para Jean, fazer parte de um time Enactus é inexplicável. Ele comenta que talvez só quem realmente participa, se envolve e trabalha de fato, é que sabe o quanto é gratificante contribuir para a construção de um mundo melhor. É incrível saber que assim como eu, existe milhares de jovens no País e no mundo fazendo parte de uma mesma organização, com objetivos em comum. Sem dúvidas é uma “rede do bem”, e muito me orgulha em dizer: Sim, eu faço parte de um time Enactus.

Orgulha-nos saber que o time Enactus UFCA foi pioneiro no Estado do Ceará. Já são cerca de 8 anos de muito trabalho e dedicação na região, que assim como os demais times teve seus altos e baixos. Desde que implantada, o time ajudou diversos outros times em seu processo de criação e desenvolvimento, vários foram também os reconhecimentos e premiações que o time adquiriu ao longo dos anos. Muitos alunos passaram pela Enactus UFCA, e no último ano, cresceram de 4 membros para 16, e a pretensão é alocar mais alunos no grupo, visto que, a demanda pela participação no time vem crescendo cada vez mais.

Como planejado, dois projetos foram concluídos no ano de 2016, e mais dois já estão em execução: O projeto Balaio Verde na comunidade Sítio Santana, em que estão utilizando a potencialidade local para aperfeiçoar técnicas com plantações por meio de uma agricultura sustentável.  E o projeto Mulheres de Fibra, que teve sua primeira parte concluída com sucesso no Instituto de apoio a criança com câncer, onde capacitaram as mães das crianças para criarem peças artesanais por meio da fibra adquirida da bananeira. Além desses projetos, o time também já se articula para desenvolver um novo projeto, até então bem diferente dos últimos aplicados. Essa nova ideia ainda está em planejamento, mas as perspectivas são as melhores.

O time cada vez mais vem ganhando reconhecimento na universidade e na rede Enactus Brasil, exemplo, com o prêmio “We All Win”, concedido em 2016 pela Enactus Brasil ao time que mais colaborou ao longo do ciclo, esse prêmio motivou o time ainda mais. É se preocupando com o futuro da humanidade, que o time, por meio de seus projetos vem mudando conceitos e preservando cada vez mais o local onde vivem, atuando como estudantes responsáveis, e vivendo o presente com os olhos no futuro.

Os alunos integrantes do programa Enactus conseguem sair da zona de conforto de suas salas de aulas, e é possível ver em campo como é a realidade de sua região, aplicando os conhecimentos adquiridos ao longo de sua formação, e tendo a oportunidade de mudar vidas. Jean afirma que ser Enactus é estar disposto a encarar desafios sem esperar que os outros o façam. É se dedicar ao máximo as suas ações, ciente que os resultados delas podem influenciar a vida de inúmeras pessoas.

blog comments powered by Disqus