Login Register

Fundação Cargill e Enactus Brasil anunciam projetos semifinalistas do Prêmio Alimentação em Foco 2022

Sétima edição do prêmio oferece bolsa-auxílio de R$ 4 mil e programa de mentoria com colaboradores da Cargill

A Fundação Cargill e Enactus Brasil anunciam os projetos Enactus selecionados para mais uma edição do Prêmio Alimentação em Foco. A oportunidade é uma iniciativa desenvolvida pela Fundação Cargill em parceria com a Enactus Brasil e tem o intuito de fomentar projetos socioambientais com foco em alimentação segura, sustentável e acessível.
Como novidade em relação aos prêmios anteriores, foram lançadas duas categorias para abranger projetos de diferentes maturidades: Categoria Z, para 7 projetos nas fases de Insights ou Implementação, determinados de acordo com a Trilha Empreendedora Enactus; e Categoria Y, para 7 projetos em fase de Impacto ou Ignição. Nesta sétima edição, os 14 projetos selecionados receberão R$ 4 mil para investirem em suas iniciativas.
Além da bolsa-auxílio, 30 colaboradores da Cargill assumirão papéis de mentores para compartilhar suas expertises e dar conselhos que contribuam com as iniciativas. Em Julho de 2022, durante o Evento Nacional Enactus Brasil, dois projetos vencedores receberão um prêmio de R$ 8 mil cada como incentivo extra para a continuidade das atividades.

Confira abaixo os projetos selecionados:

Categoria Z:

Açaí 1700 – FACIMP (Imperatriz/MA)
O objetivo do projeto é desenvolver o povoado Açaí km 1700 que fica aproximadamente 600 km da capital do Maranhão (São Luís) em dois eixos: pesquisa técnica sobre as possibilidades de novos nichos econômicos para o caroço de açaí e capacitações afim de desenvolver habilidades empreendedoras.

Eco Xingu – UFPA Altamira (Altamira/PA)
O projeto visa reduzir o uso de sacos plásticos na agricultura por meio do desenvolvimento da tecnologia dos eco-tubetes reutilizando garrafas PET, produzidos e comercializados por uma comunidade em vulnerabilidade social.

Gira Sol – UFPA (Belém/PA)
O Gira-Sol tem o objetivo de Beneficiar, Treinar e Gerar Renda para comunidades tradicionais da Amazônia, através do desenvolvimento e implantação de tecnologias sustentáveis, como forno solar, briquetadeira e biodigestor, visando a cocção saudável e criação de novos negócios em alimentação.

Mudiê – UFPE (Recife/PE)
A Mudiê visa criar uma rede de suporte e otimização de processos para promoção de uma alimentação de qualidade, segura e de baixo custo, através da venda de marmitas veganas e vegetarianas, com o apoio das comunidades da Região Metropolitana do Recife, principalmente da comunidade do Bairro da Várzea, sendo onde estruturamos a primeira cozinha do projeto.

Musas – IFCE Iguatu (Iguatu/CE)
O projeto Musas é um negócio que busca reduzir o desperdício de frutos, legumes e vegetais na cidade de Iguatu. O projeto atua reutilizando frutos, legumes e vegetais que seriam descartados apenas por imperfeições da superfície ou formas irregulares com o foco de gerar novos produtos como doces e geleias.

Team Açaí – IFPA Castanhal (Castanhal/PA)
A principal ação do programa é capacitar e aumentar a visão dos produtores e batedores artesanais de açaí, buscando desenvolver estratégias baseadas na implementação das boas práticas de manejo e fabricação, a fim de permitir a certificação de qualidade do produto final e de impulsionar o empreendedorismo familiar, bem como de estreitar ações referentes ao reaproveitamento do resíduo do açaí e desenvolvimento de subprodutos para agregar valor ao arranjo local da cadeia produtiva do açaí no município de Castanhal/PA.

Uai Café – UFLA (Lavras/MG)
A missão do projeto é conectar o agricultor familiar ao consumidor final por meio da comercialização do café em pó dos cafeicultores parceiros da marca Uai Café tanto em lojas físicas quanto por meio da utilização de canais de vendas online. Dessa forma, diminuir significativamente as etapas da cadeia distributiva do café beneficiado e garantir que grande parte do valor dessa manufatura seja de fato entregue ao cafeicultor.

 

Categoria Y:

Aqua – CEFET/RJ Angra dos Reis (Angra dos Reis/RJ)
O projeto visa promover o aumento de renda dos produtores rurais de Angra dos Reis através da otimização dos métodos de plantio e diversificação de seus produtos, oferecido pela implementação de um sistema de aquaponia, e realização de capacitações em ferramentas de gestão e marketing.

Bread&Bug – UFU (Uberlândia/MG)
O projeto tem como objetivo desenvolver um sistema alternativo e sustentável baseado na integração da produção de insetos e alimentos orgânicos em uma cadeia circular, com o reaproveitamento de parte dos resíduos produzidos no sistema. Desse modo, o time Enactus UFU e seus parceiros oferecem apoio técnico e na gestão da produção integrada, onde a comunidade se mostra encarregada de acompanhar e realizar o processo produtivo.

Cigana – EEL USP (Lorena/SP)
O projeto busca capacitar, gerar renda e levar opção de alimentação saudável acessível para a comunidade em situação de vulnerabilidade socioeconômica de Lorena. Ensinamos, através de oficinas, módulos de empreendedorismo e a receita de um pão feito de malte, um resíduo da indústria cervejeira.

Kairós – Campus São Carlos (São Carlos/SP)
Tem como objetivo profissionalizar a produção de pequenos agricultores em São Carlos-SP a partir de um modelo de negócio sustentável e de tecnologias no plantio, de forma a aumentar a renda da comunidade e proporcionar uma alimentação mais saudável à população.

Lúmus – UFPE Caruaru (Caruaru/PE)
O projeto objetiva a criação de um negócio social que transforma os alimentos descartados pelo agronegócio, por não estarem esteticamente atrativos, porém com boa qualidade e estando ainda em condições de consumo, em novos produtos alimentícios tais como: como geleias ( frutas), farofas (cascas desidratadas), bolos (cascas e sementes), chips. Os produtos comercializados gerarão fonte de receita para as colaboradoras do projeto.

Meraki – ESALQ USP (Piracicaba/SP)
O projeto Meraki foi criado para capacitar e possibilitar a geração de renda para pessoas portadoras de deficiência a partir de oficinas de culinária, auxiliando no desenvolvimento de habilidades sociais, profissionais e psicomotoras de forma que aumente a autonomia dos alunos.

Projeto Q – UFV CRP (Rio Paranaíba/MG)
O Projeto Q busca o reconhecimento socioeconômico dos produtores de queijos artesanais, por meio de inovações que aceleram e facilitam os processos para aquisição de certificações, visando impulsionar o empreendedorismo familiar e a segurança alimentar do consumidor final.

 

Sobre a Fundação Cargill
Há 46 anos, a Fundação Cargill tem sido um agente transformador nas comunidades e causas em que atua. Seu foco de atuação está voltado à promoção da alimentação segura, sustentável e acessível. Em 2018, a Fundação Cargill desenvolveu e apoiou 31 projetos em 59 municípios, além de fomentar o trabalho de 61 comitês de voluntariado corporativo. Mais informações: www.alimentacaoemfoco.org.br.

blog comments powered by Disqus